A CRIANÇA NOVA, A CRIANÇA ETERNA

Crianças têm a "alma em frente". Com o tempo é que ela se esconde lá dentro. O tempo presente faz esquecer a infância, mas tenho esperança, sinto no ar um desejo coletivo de mudança e convido todos a entrar na roda da memória

(Lydia Hortélio)



Os ensinamentos da etnomusicóloga e educadora que cresceu entre mangueiras no sertão da Bahia permanecem no Fenatifs.

"O primeiro dia de FENATIFS começou proporcionando para um público de mais de 250 (duzentos e cinquenta) pessoas um momento único. Um momento de regressão à nossa própria infância e o reencontro com nossa criança. A palestra com Lydia Hortélio A criança nova... A criança eterna... proporcionou a todos envolvidos uma manhã mágica e renovadora. Eu como coordenador dessas atividades conversei com diversas pessoas no intervalo e ao término do encontro e, diziam-me exatamente isso: não foi uma palestra, mas sim, um encontro. Um encontro, penso, de coisas positivas e motivadoras. No público, a maioria dos participantes era, de uma forma ou de outra, envolvidos com a educação, levando consigo a certeza que através dela podemos transformar o mundo, ver nas coisas do dia a dia o melhor e poder sorrir para a vida. Como veem, o Festival acertou em iniciar com esse encontro e todos, todos nós ganhamos enormemente." (Depoimento de Welber Oliveira - Professor, ator e Coordenador das Atividades Paralelas do 9º Fenatifs)


Lydia Maria Hortélio Cordeiro de Almeida (Salvador, Bahia, 1932). Pesquisadora, educadora e pianista. Dedica-se à pesquisa etnomusical da cultura da infância, baseando-se nas cantigas que acompanham o brincar das crianças, especialmente no interior do Brasil. Na cidade baiana de Serrinha, onde passa a infância, inicia estudos musicais em piano. Após um curso de férias nos anos 1950, em Teresópolis, Rio de Janeiro, decide sair da Bahia para seguir estudando. Conhece o músico Hans-Joachim Koellreutter (1915-2005), com quem tem aulas em São Paulo, em 1954. Sua volta para a Bahia está ligada ao fato de o professor ter ido lecionar na Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 1955.

Saiba mais sobre Lydia Hortélio: https://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa335601/lydia-hortelio